Urticária aguda em crianças

Urticária aguda em crianças

Urticária aguda em crianças

A urticária aguda em crianças é definida pelo aparecimento de urticas(vergões), em geral avermelhadas, que coçam ou ardem e são fugazes, ou seja, aparecem e desaparecem rapidamente, em diferentes locais do corpo e com a pele voltando ao seu aspecto normal. Associadamente a essas lesões, pode ocorrer o angioedema que é o edema de lábios, olhos, genitais ou extremidades.

📍A urticária aguda, quando as lesões podem durar até 6 semanas, é a forma mais comum de urticária em crianças.

📍As causas mais comuns de urticária aguda em criança são: as infecções virais (48,6% dos casos), seguida pelos alimentos (20 % dos casos) e   medicamentos (12 %) dos casos.

📍O seu diagnóstico é feito, na maioria das vezes, pela história clínica e exame físico, sendo desnecessária a realização de exames diagnósticos.

📍O tratamento inclui uso de anti-histamínicos orais e, eventualmente, corticoide oral.

📍O mais importante é orientar a família sobre a evolução natural da doença, esclarecendo a possibilidade de um curso longo de até 6 semanas dos sintomas e que o reaparecimento das placas de urticária, mesmo com uso de medicamentos, é comum.

📍Orientar bem a família auxilia diminuir a ansiedade da mesma, evitando idas excessivas ao pronto socorro e realização desnecessária de exames.

  • Imunoterapia alérgeno específica é a vacina  popularmente chamada de vacina de alergia, utilizada para o tratamento de doenças alérgicas crônicas, com manifestação IgE mediada, como rinite alérgica, conjuntivite alérgica, dermatite atópica(que esteja relacionada a ácaros) e asma alérgica. É um tratamento utilizado há mais de...

  • ✅Nos casos de APLV com a impossibilidade da criança receber aleitamento materno e/ou necessidade de complementação, a substituição deve ser feita por fórmulas especiais adequadas à idade, de acordo com orientação do profissional de saúde. . ✅Lembrando que a alergia alimentar não é razão para...

  • Afinal de contas, para que servem os corticoides tópicos na dermatite atópica? Os corticoides diminuem a liberação de substâncias que levam à inflamação, por isso são úteis no controle das crises da dermatite. Podem ser usados em crianças acima de 3 meses, mas depende do...

  • Qual melhor sabonete para as crianças com dermatite atópica? O pH da pele humana é em média 5,5 , ou seja , levemente ácido , o que lhe confere uma proteção adicional contra microrganismos. Por isso  devemos dar preferência para os sabonetes com PH ligeiramente...

  • O que é e para que serve a microbiota intestinal? Microbiota intestinal: são os micro-organismos, como bactérias, vírus e fungos, que vivem no nosso trato gastrointestinal, ou seja, nas nossas fezes. 💩Dentre suas funções, podemos destacar:👉Controle da proliferação de bactérias patogênicas👉Estímulo do sistema imunológico, diminuindo...

  • Por que as crianças ficam mais doentes à noite? Quem nunca passou a noite em claro com o filho doente? À noite parece que a febre piora, dor no corpo aumenta, vem a dor de ouvido, dor garganta, a crise de rinite ou a crise...

  •   Existe muita confusão entre esses dois diagnósticos, porém são doenças diferentes! APLV: doença que envolve mecanismo imunológico, a pessoa precisa ter uma predisposição genética para desenvolvê-la e pode ter como manifestações clínicas:edema de lábios e/ou olhos(angioedema), urticária (lesões vermelhas que coçam na pele), vômitos,...

  • Sono X Imunidade Vamos entender qual a relação Sono X Imunidade! Para manter o nosso sistema imunológico em bom funcionamento é necessário um bom sono ! Pois durante o sono acontece  a restauração do sistema imunológico, modulação de células de defesa como Linfócitos T e...

  • Urticária aguda em crianças A urticária aguda em crianças é definida pelo aparecimento de urticas(vergões), em geral avermelhadas, que coçam ou ardem e são fugazes, ou seja, aparecem e desaparecem rapidamente, em diferentes locais do corpo e com a pele voltando ao seu aspecto normal....

  • Vacina de Febre Amarela e Alergia ao ovo Um estudo publicado recentemente sobre a Vacina de Febre Amarela e Alergia ao ovo, realizado no Brasil, avaliou o risco da vacinação  em crianças com alergia à proteína do ovo. Os resultados mostram que após uma avaliação...