Urticária aguda em crianças

Urticária aguda em crianças

Urticária aguda em crianças

A urticária aguda em crianças é definida pelo aparecimento de urticas(vergões), em geral avermelhadas, que coçam ou ardem e são fugazes, ou seja, aparecem e desaparecem rapidamente, em diferentes locais do corpo e com a pele voltando ao seu aspecto normal. Associadamente a essas lesões, pode ocorrer o angioedema que é o edema de lábios, olhos, genitais ou extremidades.

📍A urticária aguda, quando as lesões podem durar até 6 semanas, é a forma mais comum de urticária em crianças.

📍As causas mais comuns de urticária aguda em criança são: as infecções virais (48,6% dos casos), seguida pelos alimentos (20 % dos casos) e   medicamentos (12 %) dos casos.

📍O seu diagnóstico é feito, na maioria das vezes, pela história clínica e exame físico, sendo desnecessária a realização de exames diagnósticos.

📍O tratamento inclui uso de anti-histamínicos orais e, eventualmente, corticoide oral.

📍O mais importante é orientar a família sobre a evolução natural da doença, esclarecendo a possibilidade de um curso longo de até 6 semanas dos sintomas e que o reaparecimento das placas de urticária, mesmo com uso de medicamentos, é comum.

📍Orientar bem a família auxilia diminuir a ansiedade da mesma, evitando idas excessivas ao pronto socorro e realização desnecessária de exames.

  • É uma inflamação crônica do esôfago, caracterizada por infiltração de eosinófilos na mucosa esofágica causando distúrbios  esofágicos. Não existe um sintoma específico na Esofagite Eosinofílica. Os principais sintomas em crianças são recusa alimentar, vômitos, baixo ganho pondero-estatural, dor abdominal, sintomas clássicos de doença do refluxo...

  • ✅Nos casos de APLV com a impossibilidade da criança receber aleitamento materno e/ou necessidade de complementação, a substituição deve ser feita por fórmulas especiais adequadas à idade, de acordo com orientação do profissional de saúde. . ✅Lembrando que a alergia alimentar não é razão para...

  • Afinal de contas, para que servem os corticoides tópicos na dermatite atópica? Os corticoides diminuem a liberação de substâncias que levam à inflamação, por isso são úteis no controle das crises da dermatite. Podem ser usados em crianças acima de 3 meses, mas depende do...

  • Qual melhor sabonete para as crianças com dermatite atópica? O pH da pele humana é em média 5,5 , ou seja , levemente ácido , o que lhe confere uma proteção adicional contra microrganismos. Por isso  devemos dar preferência para os sabonetes com PH ligeiramente...

  • O que é e para que serve a microbiota intestinal? Microbiota intestinal: são os micro-organismos, como bactérias, vírus e fungos, que vivem no nosso trato gastrointestinal, ou seja, nas nossas fezes. 💩Dentre suas funções, podemos destacar:👉Controle da proliferação de bactérias patogênicas👉Estímulo do sistema imunológico, diminuindo...

  • Por que as crianças ficam mais doentes à noite? Quem nunca passou a noite em claro com o filho doente? À noite parece que a febre piora, dor no corpo aumenta, vem a dor de ouvido, dor garganta, a crise de rinite ou a crise...

  •   Existe muita confusão entre esses dois diagnósticos, porém são doenças diferentes! APLV: doença que envolve mecanismo imunológico, a pessoa precisa ter uma predisposição genética para desenvolvê-la e pode ter como manifestações clínicas:edema de lábios e/ou olhos(angioedema), urticária (lesões vermelhas que coçam na pele), vômitos,...

  • Sono X Imunidade Vamos entender qual a relação Sono X Imunidade! Para manter o nosso sistema imunológico em bom funcionamento é necessário um bom sono ! Pois durante o sono acontece  a restauração do sistema imunológico, modulação de células de defesa como Linfócitos T e...

  • Urticária aguda em crianças A urticária aguda em crianças é definida pelo aparecimento de urticas(vergões), em geral avermelhadas, que coçam ou ardem e são fugazes, ou seja, aparecem e desaparecem rapidamente, em diferentes locais do corpo e com a pele voltando ao seu aspecto normal....

  • Vacina de Febre Amarela e Alergia ao ovo Um estudo publicado recentemente sobre a Vacina de Febre Amarela e Alergia ao ovo, realizado no Brasil, avaliou o risco da vacinação  em crianças com alergia à proteína do ovo. Os resultados mostram que após uma avaliação...